Fundo com vetores

Como a Digix virou referência para a gestão pública

Case | Branding

Leitura de 12 min · 20 abr, 2018 · por Oni

A história de rebranding de uma das maiores empresas de tecnologia do Brasil, que encontrou em sua cultura as respostas que precisava para projetar o seu futuro.

A Digix é uma empresa de software com mais de 15 anos de mercado, 700 funcionários e eleita Great Place to Work em 2016, 2017 e 2018 com atuação que impacta milhares de pessoas. Uma empresa que se redescobriu em um mergulho profundo dentro de seus próprios valores e de sua história, que comprova como a colaboração real pode ajudar uma marca a inovar e a representar tudo aquilo que ela acredita. Este é um percurso de estratégia singular, passando por estratégia, cultura, naming, identidade dinâmica e muitos outros aspectos de uma marca.


A necessidade de evoluir e mudar.

No final de 2015 a DígithoBrasil@, que atuava na área de desenvolvimento de software e outsourcing no estado do Mato Grosso do Sul, decidiu repensar sua marca e dois fatores foram essenciais para essa decisão:

1. Novos objetivos de negócio

Na visão dos diretores e sócios, após anos atuando no Mato Grosso do Sul, chegava a hora de expandir para outros lugares. Os resultados, a experiência e a competência já estavam mais que comprovados, porém consideravam que para fazer este movimento era necessário preparar as bases.

2. A vontade de dar o próximo passo

Internamente o sentimento da equipe de marketing era que havia chegado o momento do próximo passo. Identificaram assim a comemoração dos 15 anos da marca, junto aos novos desafios apontados pelo planejamento estratégico da empresa e pela visão dos sócios, como o momento ideal para a evolução.

Grupo colaborando para construção da marca da Digix

Imergindo na cultura, mercado e negócio.

Entender o que representava a antiga marca da DígithoBrasil@ para os colaboradores, clientes e sócios foi essencial para aflorar todas as suas qualidades, atributos, valores não verbalizados e também: os seus desafios.

O fase de imersão e diagnóstico levantou dados e deu insights importantes para a fase estratégica do projeto. Nela foi observada a diferença de percepção de cada um dos públicos da empresa, que revelou um abismo entre como a empresa, colaboradores, clientes e desconhecidos a enxergavam e o que ela era realmente.

Durante a etapa de diagnóstico e imersão uma característica despertou certa atenção. A maior parte da estrutura e serviços da DígithoBrasil@ eram focados em atender o governo, porém o posicionamento externo da empresa se aproximava a uma fábrica de software comum, não deixando claro seu serviço e o seu segmento tanto em seu discurso quanto em seus pontos de contato com o mundo exterior. Esse fator reverberava em todos os públicos e se mostrou ponto chave para virada da marca.


Resignificando o Posicionamento e a Plataforma da Marca.

Após a etapa de imersão e diagnóstico, os comitês de marca consideraram todas possibilidades e entenderam, por fim, qual o real propósito da marca e como ele se relacionaria com os interesses de todos os públicos. Aos poucos começaram a entender e assumir que a diferença real da marca era: construir colaborativamente soluções que ajudam a gestão pública a impactar milhares de vidas todos os dias. Ali nascia o seu reposicionamento de marca e negócio que mudaria toda a história da empresa deste ponto em diante.

Posicionamento de marca digix

Construindo um universo visual variável e generativo.

A identidade visual da marca Digix foi inspirado em um dos pilares que mais representam o comportamento evolutivo da marca: planejar, entregar, aprender. Por esse motivo ela é variável, demonstrando a evolução constante da marca para entregar seu valor.

As cores secundárias se multiplicaram para intergir com o pilar que elas representam e um elemento foi criado como o conceito que deu liga a toda a identidade da marca. Este elemento foi base de todo o universo e dele nasceram a assinatura da marca, das soluções, marcas internas e também toda base iconográfica.

Fontes do projeto de branding

Name Hacking: Colaborando para hackear o processo de naming.

Para atender os múltiplos requisitos para o nome da DigithoBrasil@ foi necessário criar um mecanismo que possibilitasse um grande volume de alternativas . O processo de naming culminou na geração de mais de 50.000 alternativas de nomes pré validados pela numerologia empresarial por meio de um software concebido em parceria com a equipe de desenvolvimento da Digix. Uma prova de respeito ao legado e também de colaboração para construção de soluções colaborativas e futuras.

Conquistando o apoio necessário para a evolução.
O nome final pode parecer óbvio e simples, mas por trás de toda simplicidade existe uma história. Um desafio que uniu vários times para obter uma shortlist de nomes viáveis que atendiam, não apenas a requisitos mercadológicos, mas também de significado interno tanto para equipe quanto para a direção da empresa.

Ao final do processo, o nome escolhido não estava apenas ligado ao passado, como também ao futuro, ao desenvolvimento de soluções, a cultura de colaboração da empresa e inovação da empresa.


A inteligência da máquina aliada ao olhar humano.

Após a análise de milhares de nomes e possibilidades, decidiu-se pelo uso de Digix como o novo nome da marca. Afinal de contas, nada mais evolutivo e ligado à cultura da empresa que o uso do X como uma abreviação do antigo nome, representando a própria multabilidade da marca ou até mesmo uma variável ligada ao desenvolvimento e ao cálculo. Um nome que tem tudo a ver com a Digix.


Ligando o novo nome ao universo visual.

Com o novo nome definido e um universo visual consistente, a assinatura foi o último elemento da identidade a ser definido. Dentro do desafio conceitual, ela deveria expressar o movimento e a evolução, que são características marcantes da Digix. E como em todo o processo, a assinatura visual não poderia ser diferente resultando em uma assinatura variável, alegre e evolutiva.

Após a análise de milhares de nomes e possibilidades, decidiu-se pelo uso de Digix como o novo nome da marca. Afinal de contas, nada mais evolutivo e ligado à cultura da empresa que o uso do X como uma abreviação do antigo nome, representando a própria multabilidade da marca ou até mesmo uma variável ligada ao desenvolvimento e ao cálculo. Um nome que tem tudo a ver com a Digix.

gerador de assinatura marca digix

Desenhando a arquitetura das marcas internas e de soluções.

Pela complexidade dos seus produtos a marca precisou do desenvolvimento de regras para a criação de marcas internas e para soluções foi essencial para o novo passo da Digix e trouxe diversas vantagens como: Diminuição do tempo de criação de novas marcas, integração conceitual e formal das soluções, liberdade de criação para cada time de desenvolvimento e designers com diretrizes claras e a mais importante: otimização do tempo e da consistência.


Marcas Internas

Para as marcas internas foram definidas regras flexíveis em relação as possibilidades de criação.O objetivo maior era acelerar o trabalho da equipe interna de marketing e ajudar a identificar claramente quando alguma ação deveria ser endossada com uma marca interna. Neste contexto usa-se a diferenciação de peso das fontes para diferenciar as assinaturas de títulos e textos em junção a uma iconografia de apoio.

marcas internas da digix

Marcas de Soluções

Para dar suporte a evolução das soluções feitas pela Digix para os próximos anos foram criadas diretrizes para as assinaturas visuais e identidade das soluções. Cada solução compartilha com a marca mãe a estrutura lógica de composição tipografia e layout, mas com um universo de cor e iconografia próprio. Assinaturas e identidades foram desenvolvidas pelos times das soluções com base nas regras estabelecidas no projeto de marcas para soluções, resolvendo o desafio de encaixar novos produtos em uma lógica estabelecida.

Arquitetura de marcas e soluções internas

Aplicando a voz da nova marca de dentro para fora.

A voz da Digix foi construída para ajudar a expressar quem a marca é e no que ela acredita. Ela pode ser aplicada em qualquer situação por ter diretrizes claras e permite ainda sua adaptação dependendo do contexto e do público alvo da mensagem.

O foco da voz não foi apenas dar um tom para comunicação externa da marca, mas principalmente, ser uma referência que fosse colocada em prática no dia a dia para engajar colaboradores, talentos e clientes.


Manifestando a variabilidade nos pontos de contato.

No meio digital a expressão da marca é sempre múltipla e animada, expressando seus conceitos ao máximo e sempre de forma interativa. Nas ativações offline todos os materiais foram feitos com variações das cores, elementos de apoio e assinaturas para exemplificar também a multiplicidade e o movimento da marca mesmo em meios estáticos. O resultado final foi uma aplicação coerente e diversificada em todos os pontos de contato, apresentando ao mundo o jeito Digix de fazer diferente.


Lançando a marca e preparando-a para novas conquistas.

Como estratégia de relacionamento com os diversos públicos da Digix foram realizados lançamentos assíncronos, com foco em tornar a marca tangível respeitando o nível de proximidade da organização com cada Stakeholder. Começando pelos colaboradores, passando por clientes chave e usuários, alcançando por fim a sociedade, todos tiveram um momento para ter contato com a nova marca em um processo que durou 4 meses.


Fortalecendo a ligação entre Cultura e Marca.

Para documentar todas as nuances da cultura foi criado o Book da Cultura & Marca. Um livreto digital que serve como base para alinhamento das pessoas com a Digix desde o processo seletivo até a tomada de decisões do dia a dia da empresa.

O mindset de gestão da marca como uma ação contínua levou a criação interna do time de Gestão de Marca, responsável por estimular a cultura da marca e ajudar os times a projetar a entrega da marca em seu dia a dia.


Quer saber mais dos bastidores? Veja o videocase da Digix.


Uma marca completamente reposicionada e pronta para conquistar o Brasil.

Como estratégia de relacionamento com os diversos públicos da Digix foram realizados lançamentos assíncronos, com foco em tornar a marca tangível respeitando o nível de proximidade da organização com cada Stakeholder. Começando pelos colaboradores.


Mais conteúdo sobre

Branding